Criado por CLICARIA

CLÍNICA - Rua Desembargador Motta, 1275 - Curitiba - PR

Fone: (41) 3222-2333

CONSULTÓRIO  DR. RUBENS (JOINVILLE - SC) - Rua Prof. Laura Andrade, 72 

Fone: (47) 3423-0770

  • Instagram - Black Circle
  • Facebook - Black Circle

January 19, 2018

November 24, 2017

Please reload

Posts Recentes

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Posts Em Destaque

Beleza em dia

November 24, 2017

Temperaturas mais amenas fazem aumentar a procura por tratamentos estéticos e cirurgias plásticas

 

 

 

Procedimentos mais procurados pelas mulheres são a lipoaspiração e a prótese de mama.

 

Com o tempo mais frio e o sol menos inclemente, muitas pessoas pensam em fazer alguns procedimentos estéticos. Seja para cirurgias plásticas ou aplicação de laser, será que o outono/inverno realmente é o período mais adequado? De acordo com o cirurgião plástico Alfredo Duarte, diretor da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica Regional Paraná, o maior motivo para a busca por cirurgias nesse período se deve mais às férias escolares do que ao clima. Os procedimentos mais procurados são a lipoaspiração e a prótese de mama, entre as mulheres, e a abdominoplastia, ginecoplastia e a blefaroplastia entre os homens, segundo o especialista. "O frio não está tão ligado a melhores resultados, isso é mais um mito. O importante é fazer o repouso e seguir as indicações médicas. Claro que com o inverno fica mais fácil usar um sutiã ou o macaquinho pós-cirúrgico, mas o que faz diferença para a escolha dos pacientes são as férias", diz. Outro motivo para muitas pessoas buscarem as cirurgias plásticas no meio do ano é que em geral o edema (inchaço) do procedimento só começa a diminuir a partir de três meses e o resultado final só aparece aos seis meses. "Para quem deseja estar com tudo em cima para o verão, o prazo ideal é operar no inverno. Em seis meses não tem mais edema e a cicatriz também está no local. As pacientes começam a nos procurar agora para operar em junho e julho. Muita gente quando vê que a amiga operou resolve fazer também, por isso nosso período de mais procura vai até setembro." Duarte lembra que o sol pode causar manchas na pele, então os pacientes acreditam que o outono seja uma época mais propícia. As temperaturas mais baixas também facilitam na hora de fazer os curativos. Porém, com a alta procura, o preço dos procedimentos tende a subir e isso pode ser uma desvantagem para algumas pessoas. O médico ressalta também que para garantir bons resultados não basta se preocupar com o clima ou seguir as recomendações médicas. A Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), inclusive, está com uma campanha de conscientização. "É preciso escolher um bom profissional, cadastrado na SBCP. São médicos que fizeram dois anos de especialização em cirurgia e mais três anos de especialização em plástica e, por isso, têm base não só para cuidar da cirurgia quanto do pós-operatório e das eventuais complicações que possam ocorrer", esclarece. Ácidos e laser no inverno Se até tempos atrás ácidos e peelings eram restritos ao inverno, hoje a tecnologia já está avançada o suficiente para permitir vários procedimentos em qualquer época do ano. Muitas pessoas, entretanto, continuam relacionando o frio com a época ideal para cuidar da beleza. A médica dermatologista Carla Góes, de São Paulo, diz que alguns desses procedimentos ainda são mais indicados para os dias com menos sol, mas mais por necessidade de a pessoa não estar bronzeada ou por causa de hematomas, do que por causa do período de recuperação ou ao risco de manchas. "O laser evoluiu muito, há aqueles que podem ser feitos em qualquer época do ano, mas algumas pessoas ainda preferem fazer a partir de agora. Um dos procedimentos campeões dessa época é o laser facial. Eu não faço mais peeling para clarear a pele, porque causa muita sensibilidade e para quem tem melasma, a melhora acontece logo após a sessão, mas ao tomar sol uma única vez piora muito. Quando não existia (o laser) era um excelente recurso, mas hoje o laser destrói o melanócito sem agredir a pele. A única indicação para uso do laser no inverno é no caso daqueles mais profundos, indicados para cicatrizes de acnes e para peles mais maduras", explica. Carla diz que em temperaturas mais elevadas o paciente pode sentir mais desconforto e fica mais inseguro, por isso quer passar mais filtro solar. Ela destaca, entretanto, que em alguns casos a pele só vai ficar mais sensível depois de várias aplicações, então não há razão para ter medo. Já no caso dos ácidos, o retinoico é mais fotossensível, embora seja o mais efetivo e por isso diminui sua aplicação no verão, voltando agora nas temperaturas mais baixas. "Outro procedimento importante para o tratamento de celulite grau 4, que é o mais severo, é a subcisão e é ideal que seja feita nesta época do ano, porque causa hematomas." Outros procedimentos feitos com o laser também são mais indicados para o outono/inverno, não porque causem manchas e sim porque a pele não pode estar bronzeada. O laser para vasinhos de pequeno calibre nas pernas é um deles. Já a depilação a laser é preferencialmente feita nesta época porque como o resultado pode demorar algumas sessões para aparecer, iniciando agora vai estar tudo pronto para o verão.

 

Érika GonçalvesReportagem Local

 

http://www.folhadelondrina.com.br/folha-mais/beleza-em-dia-975530.html

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga
Please reload

Procurar por tags